Não encontrou o que procurava? Faça sua busca logo abaixo:

Agência autoriza reajuste de 2,86% na tarifa de água
Publicado em 08 de Março de 2018 por Assessoria de Imprensa

 A Ares-PCJ (Agência Reguladora dos Serviços de Saneamento das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) autorizou em 2,86% o reajuste deste ano na tarifa dos serviços de água e esgoto cobrados pela Coden (Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa). O novo valor, válido também para toda a tabela de serviços, entra em vigor a partir das leituras de consumo realizadas a partir de 1º de abril.

A agência reguladora emitiu o parecer consolidado após analisar as projeções e investimentos da Coden, além de utilizar critérios estabelecidos por cálculo de uma fórmula paramétrica, que leva em consideração diversos fatores. O documento foi discutido e aprovado em reunião realizada quinta-feira (1º) na Coden, com a presença de membros do CRCS (Conselho Municipal de Regulação e Controle Social).
O indexador utilizado como base é o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). "A Ares-PCJ fez o estudo e chegou à conclusão que o repasse da inflação pelo IPCA é o suficiente para que a Coden possa manter suas atividades e investimentos pelos próximos 12 meses", explica o diretor-presidente da Companhia, Ricardo Ongaro. Os reajustes anteriores foram de 5,35%, em 2017, e 5,51% em 2016.
Representantes da agência reguladora explicaram que o índice de reposição inflacionária definido visa ao “equilíbrio econômico e financeiro” da concessionária. Dentre os assuntos discutidos na reunião estiveram também temas relacionados ao PMSB (Plano Municipal de Saneamento Básico), que inclui obras e intervenções no município para água, esgoto, drenagem urbana e manejo de resíduos sólidos.
Investe – O relatório da agência cita que o Município tem investido em ações no Plano Diretor de Combate às Perdas, “obtendo retorno na recuperação de grandes volumes de água tratada desperdiçada nos vazamentos nos sistemas de distribuição”. Durante o ano passado inteiro, a Ares-PCJ recebeu somente uma reclamação referente aos serviços prestados e o atendimento ocorreu dentro do prazo de 10 dias.
Desde o reajuste anterior, a Companhia investiu R$ 1,8 milhão com recursos próprios em troca de rede de distribuição de água no Jardim São Jorge, na 3ª fase da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) Quilombo, em modelagem hidráulica e na aquisição de um rolo compressor, uma minicarregadeira, uma bancada móvel de aferição de hidrômetro, três veículos e quatro macromedidores de vazão.
A agência recomendou, em seu parecer, que a Coden continue com as ações do Programa de Combate às Perdas, substituindo os hidrômetros com mais de cinco anos de uso e promovendo a instalação de macromedidores, assim como substituindo as redes antigas. Além disso, que prossiga com o trabalho de orientação da população novaodessense para o uso consciente da água.
A Ares-PCJ autorizou ainda que, a partir de agora, as hortas onde não haja instalações de sanitários passem a ser consideradas como consumidores da Categoria Residencial, e não mais Industrial. Ou seja, com o preço da água em metros cúbicos (m³) mais barato. Além disso, para tais hortas não haverá mais a cobrança das tarifas de esgoto, que correspondem a 100% dos valores da água.
Nova Odessa está na 1ª colocação no Ranking de Abastecimento de Água e 2º em Qualidade da Água entre as 15 maiores cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas). O Município obteve Grau de Excelência nesses quesitos, de acordo com o Indsat (Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos), em pesquisa realizada no 4º trimestre de 2017 e divulgada recentemente.
 
INSTITUCIONAL
FALE CONOSCO

Rua Eduardo Leekning, 550, Jardim Bela Vista - Nova Odessa/SP
Horário de atendimento ao consumidor: de segunda a sexta-feira das 8:30h as 16:00h - (19) 3476-8500 | (19) 0800-7711195
MÍDIAS SOCIAIS
Facebook Twitter